top of page
Buscar

A propaganda que você não consegue ignorar: Product Placement no mundo da Barbie

Todo mundo sabe do sucesso colossal que o novo live action da Barbie alcançou pelo mundo todo. Não só as bilheterias e a indústria cinematográfica foram abalados com o lançamento, mas também - e principalmente - as áreas de RP, Publicidade e Marketing. Não é surpresa que o filme tenha desembolsado milhões de dólares na campanha de marketing do filme (estimam-se US$150 milhões). Mas você já parou para pensar nas empresas que pagaram para ter seu espaço nesse marco do cinema? A seguir, vamos ver quais foram as publicidades, diretas e indiretas, inseridas no filme da Barbie.


DUOLINGO


Nem mesmo a querida corujinha verde ficou de fora das ações para o filme. Quem assistiu o filme certamente se lembra da cena em que fulana afirma que seu marido está bem em casa e a cena é cortada para o homem praticando seu espanhol pelo aplicativo. A adoção de uma inserção simples, em que a marca não é nem mesmo citada mas facilmente identificada, foi uma estratégia criativa e orgânica de publicidade.

Segundo Analigia Martins, diretora de marketing do Duolingo no Brasil, “O Duo é conhecido por estar presente em todos os lugares cobrando as lições dos alunos, sempre com muita diversão, inclusive nos principais momentos da cultura pop. Por isso, aproveitamos a nossa participação no filme mais falado dos últimos tempos para trazer o app para o mundo da Barbie, com ativações locais em que os alunos brasileiros puderam interagir com o Duo e conferir a nossa versão da boneca.”



Depois da estreia, o app educacional #1 do mundo invadiu a Avenida Paulista para divulgar o lançamento do filme, colocando o famoso mascote dentro da caixa da Barbie.

CHEVROLET


Talvez um dos product placements mais notáveis do filme foram os carros da Chevrolet em diversas cenas do filme. No mundo da Barbie, a protagonista dirige um carro rosa baseado no clássico Corvette de 1956, o famoso carro que foi cenário de fotos em diversas ativações presenciais.



Pasmem, essa não foi a primeira vez que a boneca dirigiu um Corvette: em 1976, a Mattel lançou o automóvel como parte da linha de acessórios da Barbie.

Já no mundo real, a Chevrolet esteve presente com o SUV Suburban e o Blazer EV, tornando, inclusive, um “brinquedo” em uma das campanhas da gigante General Motors.



MODA


No característico universo rosa que tomou conta de diversos locais pelo mundo, as roupas usadas pela boneca são tão protagonistas quanto a própria Barbie. Partindo para a moda, o filme realizou parceria com mais de 100 marcas, entre elas, Zara, Gap e Chanel.


CHANEL


A figurinista do longa, Jacqueline Durran, comentou que "Se Margot vestiu algo que não fizemos, é praticamente Chanel.



Uma profunda imersão no acervo da grife trouxe a exibição de terninhos, moda praia, moda esporte e muitos acessórios. Todos os cinco looks foram combinados com bolsas da Chanel, incluindo a famosa com formato de coração.




BIRKENSTOCK


Na cena memorável em que a Barbie Estranha apresenta a escolha a ser feita entre o mundo real ou o retorno à vida normal - uma analogia à escolha das pílulas do filme Matrix -, a sandália de fivelas da Birkenstock protagoniza a opção pela realidade, em oposição ao Scarpin. A Birkenstock representa um calçado alinhado ao mundo externo, que se mostra funcional e confortável mas menos glamouroso que o salto alto. Ao final do filme, Barbara (antiga Barbie) opta por um par de Birkenstocks Arizona rosa para compor seu look para ir em uma consulta ginecológica.




A escolha das sandálias indica uma tendência na moda atual: para a mulher moderna ser estilosa, não há necessidade de passar o dia em cima de saltos altos. Muitas celebridades já aderiram a essa ideologia e servem nos looks com suas Birkenstocks Arizona:



SMEG


Com uma inserção mais discreta, a torradeira retro SMEG 50s presente na cozinha da boneca também foi um dos product placements no filme. Como é de se esperar, já tem muita gente doida para adquirir a sua própria torradeira pink que custa apenas 199.95 dólares! (contém ironia)



Passando pela moda, aplicativos educacionais e marcas de carros, deu pra ver o quão bem feito foram as inserções das marcas no filme da Barbie. Sem deixá-las óbvias, o telespectador absorve a ideia e o nome da marca de forma natural e despercebida. Afinal, as melhores propagandas são aquelas que menos se parecem com propagandas.






25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page